Listas de Debates - Participe

    starbrothers

    forum_ufulogia

    ufobras

    forum_exobiologia

    forum_intaterrestres

     

     

EXTRATERRESTRES NOS VISITAM?

O presente trabalho é uma iniciativa da Socex-Sociedade Excelsa (socex.ufobras@gmail.com), cujo crédito deverá ser citado em eventuais publicações na mídia escrita, falada e televisada, assim como sites de Internet.

NA SUA OPINIÃO, EXTRATERRESTRES NOS VISITAM?

1) Quem garante que “os extraterrestres” nos visitam? Ufologia para mim é o estudo do fenômeno UFO, independentemente da visita de extraterrestres estar ou não acontecendo. Caso estejam nos visitando, escapa-me totalmente qualquer suposição a respeito das razões.

2) Não sei se são extraterrestres. A princípio são alienígenas. Penso em intimidade genética ou experimento laboratorial.

3) Isto faz parte da vida, seja na Terra, ou no Universo, ir em busca do desconhecido, tentando compreender tudo que nos cerca. Fizemos isto ao sair das cavernas, navegando por mares desconhecidos, e indo para a Lua. A melhor forma de compreender isto, é observando “o porquê” nossa raça humana resolver ir à Lua. Conhecendo isto, saberemos porque os ets nos visitam.

4) Eles estão fazendo algum tipo de alteração na humanidade e em alguns animais, ou criando novos seres para outro planeta.

5) Extraterrestres para mim são uma hipótese e “visitar” é uma suposição não estabelecida. Visitar é um verbo que designa o ir e vir em períodos (estabelecidos ou não) e não se pode afirmar que SE forem E.T.s eles estariam nos visitando. Não há nada concreto para a conclusão de “visitar”.

6) Prováveis estudos e acompanhamentos da raça humana.

7) Por diversos motivos. Pesquisa, curiosidade, acompanhamento, etc.

8) Basicamente por dois motivos: Estudo/pesquisa (interesse biológico) e auxílio/proteção (interesse evolutivo).

9) Acredito que pelo mesmo motivo que nós viajamos.
1) Aumentar o conhecimento.
2) Descobrir novos mercados.
3) Prospectar novas jazidas de alguma matéria-prima.
4) Conquistar

10) Falar em extraterrestres é meio incorreto. Não temos provas que os tripulantes dos OVNIs sejam extraterrestres. Mas suas atividades concentram-se com toda a certeza em genética.

11) Estudo e pesquiso o fenômeno a mais de 10 anos, e até hoje não consegui estabelecer algo concreto a respeito disso, pois sempre que analiso e me convenço de uma determinada idéia, algum fato ou acontecimento posterior corrobora para uma idéia contrária que eu havia analisado.

12) Caro Grego. Você realmente está fazendo tudo mundo pensar.
Bom. Você como bom ufólogo sabe que mesmo na ufologia não existe consenso neste ponto. Mesmo por que se aponta a presença de várias “raças” diferentes que nos visitam. Assim, a grosso modo, costuma-se afirmar que cada uma teria uma intenção. Mas mesmo assim, se formos analisar os casos catalogados, sobra muito pouca coisa para se basear e tirar uma opinião conclusiva de tudo. Veja só: Alguns afirmam que é para fazer pesquisa. Mas pensando bem, pesquisa de quê? Se os registros nas pinturas renascentistas, a visão de Ezequiel, pinturas rupestres realmente focam estes objetos desde tempos primordiais, eles estão nos visitando há muito, muito tempo.
O que diabos ficariam nos estudando tanto tempo? Demorariam tanto tempo para atingir um resultado satisfatório, com uma tecnologia daquelas?
Muito bem. Recapitulando, muitos dos abduzidos tem revelado que o interesse dos “et’s”, sobretudo naqueles “ets cabeçudos”, na produção de híbridos, uma mistura de humanos com alienígenas, como forma de produzir uma raça mais perfeita e ao mesmo tempo preservar os seus genes para a posteridade.
É o que a gente verifica em experiências como de Antônio Villas Boas. Parece razoável.
Em contrapartida, creio que sejam meio idiotas os depoimentos de Milton Willian Cooper, ou John Lear. Se o interesse fosse determinadas secreções e enzimas de nossos órgãos, para poderem se alimentar, pois “o aparelho digestivo se encontra atrofiado”, por mais que houvesse uma conspiração governamental que os protegesse, a freqüência de abduções seria muito maior para fazer frente às necessidades de alimentação, o que chamaria a atenção de muita gente. Lembremos que, a despeito daquele corpo esquelético, um “cabeção” daqueles teria que queimar muita energia.
Além disso, por que preferem o risco de praticar abduções, ao invés de reproduzir órgãos através de engenharia genética, como nós aqui já estamos conseguindo?
Outros têm falado de et’s preocupados com a nossa evolução espiritual, sobretudo aqueles que se parecem conosco, os “nórdicos”.
Muito bonito e edificante. Mas aí esbarramos em vários problemas: Quanto tempo faz que eles não aparecem?
Eles desistiram do intento? Cumpriram a programação ou viram que ela não deu certo?
Segundo: Todos aqueles que se referem à eles tendem a ser considerados como charlatões. Vamos enumerar: Eduard Billy Meyer, Carlos e Sixto Paz Wells (estes daí nem se fala), Hermínio e Bianca, ou mesmo ao Onílson Pátero. Coincidentemente ou não, todos os que relatam experiência com et’s parecidos conosco tiveram seu depoimentos contestados e mais tarde foram tidos como charlatões. Todos, e entenda-se TODOS, os casos envolvendo et’s parecidos conosco se acaba descobrindo o “conto da carochinha”, e não sobra quase nada para a gente acreditar nestes et’s. Às vezes aparece algum depoimento interessante como o do Luciano Stancka (aqueles no hospital falando sobre epidemia), ou mesmo depoimentos de cosmonautas da Soyuz. Mas veja só, acaba aí.
Us ómi sumiru!!!!! E neste contexto não adianta vim o Robert Dean e falar que eles estão no meio de nós. Para quê? No espaço de dois anos tivemos duas ofensivas que mataram milhares de pessoas no Oriente Médio, somado ao milhares que morrem de fome ou em guerra civil todo ano na África. Ou “eles “os “et’s”, estão dando uma ajudinha no controle populacional? Se sim, por que no Oriente Médio? Por que na África? Discriminação com seleção dos melhores genes?
Daí entra Jackees Valeé na história, e questiona a descrição do fenômeno ufológico. Tudo, é resultado de uma combinação de ação dirigida, ao mesmo tempo inteligente e desconhecida, com aspectos psico-sociológicos do observador. Fala que o “et cabeção”, inclusive, foi resultado da propaganda norte-americana que ficou subliminarmente plantada na cabeça da moçada abduzida, que tendem a ver, sempre, um “et cabeção”.
Muito bem, acabamos relativizando tudo. O “et cabeção” está na moda, da mesma maneira que os “nórdicos” estiveram. Nesta “pendenga”pessoal de Valée com a ufologia norte-americana, a única coisa certa que ele deixa é que o fenômeno é fruto de uma ação inteligente, que a gente fica sem saber de onde, para quê e de quem vem. E olha só Grego!!! Não é qualquer um que está falando!
Se o Valée, que é considerado o papa da ufologia na Europa diz isso!!!
É até interessante e meio “onírico”. É como no filme “O Contato” com a Jodie Foster, o ser aparece para ela como o seu pai, por que é a maneira como ela consegue enxergar ele. Daí para frente, aumentam as especulações e chega-se a falar até de um programa governamental de controle da mente, que acaba colocando os “et’s” como bode expiatório.
Mas daí levanta-se uma corrente e diz: E as marcas nos corpos? Não são concretas?
Vamos pegar dois casos então: o Caso Tasca e o do coitado do Travis Walton, que são dois casos nos quais a ufologia deposita maior credibilidade.
O que concluímos com estes casos sobre a intenção dos seres? No caso Tasca, deixaram o coitado em cima de uma superfície gelada dentro da nave (lembremos que sugeriram que a marca foi produzida pelo contato com uma superfície gelada). Além disso, nada mais.
Travis Walton foi uma verdadeira sessão de tortura de dar inveja ao pessoal do Dops e Doi-Codi na época da ditadura.
Parece que só deixa marcas e indícios de sua presença os et’s que não tem nada de bonzinho. Os bonzinhos não deixam absolutamente nada a não ser testemunho de quem os viu.
O Chola especula uma finalidade militar e de inteligência. Verdade é que se verificou intensidade de aparições sobre áreas de segurança máxima, como bases militares, sobretudo depois da explosão da 1ª bomba atômica.
A princípio parece lógico. A corrida armamentista estaria transformando o planeta em uma “lixeira radiativa espacial”, que logicamente pode contaminar o meio espacial circundante, que também é deles.
Ok. Por outro lado, o que adiantou todo um trabalho de inteligência sem que houvesse uma ação efetiva? Tivemos que esperar 30 anos para que se efetivasse o Programa Anti-Mísseis, que se deu por acordo bilateral entre americanos e russos. Ainda assim é de se lembrar os testes nucleares da França no Pacífico que só pararam com a intervenção do Greenpeace. Bom.. daí entra o pacto de não interferência, etc, etc.
Neste contexto, é interessante lembrar uma frase de Salvador Freixedo:
– “Enganar e mentir são coisas freqüentes e quase normais dos extraterrestres”.
Bom… diante disto que conclusão tirar sobre a verdadeira intenção de nossos amigos?
Se uma coisa certa é a utilização da mentira como ferramenta de desorientação, estamos usando o que comumente organismo de inteligência chamam de “contra-informação”, estariam os nossos amigos realmente em uma missão de inteligência ou espionagem, e encobrindo as suas verdadeiras intenções?
Diante de tudo isto, devo reconhecer a minha ignorância com relação ao assunto, e exprimir a minha total impossibilidade de emitir uma opinião mais segura. Mas por enquanto fico com a tese da produção de uma raça mais evoluída, através da hibridização, para colonização ou recolonização de nosso planeta em época posterior, por que esta aqui parece que não tá dando muito certo!! rs
Vale colocar para finalizar uma frase de Charles Fort que nos faz refletir um pouco:
– “Direi que pertencemos a alguma coisa. Que certa feita esta terra era uma terra de ninguém e que outros mundos a exploraram e a colonizaram e combateram entre si para obter a posse, mas que atualmente é possuída por alguma coisa … e que todos os outros receberam uma aviso para manterem a distância. Mas há notícias de visitas clandestinas a esta Terra em tempos recentes. E que tudo isto é sabido há séculos por certos habitantes da Terra, escravos ou controladores que nos dirigem, segundo instruções recebidas … de seja lá onde for …”

13) Porque somos parte de um projeto que envolve mais de uma civilização extraterrestre.

14) Pelo mesmo motivo que visitamos a América vindo da Europa, ou pelo mesmo motivo que visitamos uma tribo isolada, ou pelo mesmo motivo que visitamos animais na selva, e por ai vai.

15) Acredito que são curiosos para conhecer nosso planeta.

16) Pelo mesmo motivo o qual estudamos o espaço: para saber com o que nos metemos.

17) Apenas fazendo uma manutenção do que foi feito e deixado a milênios durante a colonização/migração.

18) Para fazer pesquisas e trocas de informações.

19) Pesquisas, provavelmente, assim como fazemos em relação à Lua e, agora, à Marte.

20) Para nos estudar e aprender com nossos erros e acertos.
Devem ter interesse também pela parte artística e emoções humanas.

21) Para fazer pesquisas de como vivem outros seres em seu habitat talvez.

22) Pesquisas científicas e ajuda evolutiva.

23) – Nos ajudam na Transição Planetária da Terra;
– Em missões de aprendizado e observação;
– Para conquistar o planeta (alguns negativos)

24) Para pesquisar, ou então como uma parada no meio do universo (para outras viagens).

25) Alguns para pesquisar nossos recursos naturais e humanos, outros para saber o que estamos aprontando, como irmãos mais velhos que observam o mais inexperiente.

26) Visitam com interesse de pesquisa. Somos ratos de um laboratório, só que ratos avançados.

27) Seria como perguntar porque os europeus se lançaram rumo a novos continentes. É uma mistura de curiosidade, necessidade (novos recursos, novas realidades) e para melhor entenderem quem são também.

28) Hoje o ser humano estuda e conhece a fundo bactérias, vírus, toda espécie de micro-organismos. Isto porque ele possui inteligência superior e necessidade de conhecer tudo o que o cerca. Agora, imagine que exista uma raça com inteligência e tecnologia superior a humana; para os extraterrestres, deve ser importante nos conhecer e pesquisar, pois assim como nós queremos saber tudo o que nos cerca neste pequeno universo chamado Terra, eles também devem querer conhecer tudo o que os cerca no grande e vasto universo que os cerca, e para o qual tem pleno acesso. Enfim, tudo se resume ao maior pesquisando o menor.

29) Nos visitam porque somos seus descendentes e porque sabem que o fim está próximo da raça terrestre. Haverá na minha opinião um cataclismo talvez daqui a cinqüenta anos, ou até menos, e pouca coisa sobrará. Acredito nas palavras de Jesus. Como acho que Jesus é ser extraterrestre tudo passará, mas suas palavras não.
Portanto as visitas são para formar nova raça e abduzir muitos terrestres, antes do cataclismo final. Pode rir, mas esta é minha opinião.

30) Não tenho tanta convicção de que eles realmente nos visitam, acho apenas provável a existência deles.

31) Acredito que inteligência pressupõe curiosidade, busca pelo conhecimento.
Assim, da mesma forma que enviamos nossas sondas aos planetas de nosso Sistema Solar (o que está dentro de nossa tecnologia atual), os extraterrestres fazem o mesmo. Sem dúvida passamos da fase de acreditar na existência de vida alienígena, a questão é saber quando iremos encontrá-la. Evidentemente a mesma é abundante, mas também é claro que não é em qualquer planeta que existe vida inteligente, daí o interesse pela Terra.

32) Pesquisa

33) Porque tem interesse em conhecer outros planetas.

34) Acredito que eles nos visitam, para talvez recuperarem sentimentos, emoções, sensibilidade, pois em todos os relatos eles não demonstram isso. Mostram-se frios sem demonstrar qualquer tipo de sentimento pela dor do abduzido.

35) a) Porque alguns de nós podem ser seus descendentes.
b) Para estudar nossa civilização, incluindo nossa psiquê.
c) Para realizarem experiências psíquicas, genéticas e outras, como implantes, por exemplo, para monitorarem pessoas da Terra.
d) Para algumas orientações a nós, proporcionalmente ao nosso grau de evolução.
e) Para combater entre Confederados e Não Confederados, para livrar a Terra de um domínio total pelos contrários à Ordem, Luz e Harmonia.

36) Pelo mesmo motivo que visitamos outros planetas: para aprender.

37) Creio que há uma espécie de monitoramento, desde que o homem surgiu neste planeta. Acho que a miscigenação é um dos mais fortes motivos para esse policiamento silencioso…

38) Está suficientemente provado que somos visitados efetivamente por extraterrestres? Penso que não. Para mim, continua sendo uma boa hipótese de trabalho, mas apenas uma hipótese ainda. Não fosse assim, o tema já seria parte do currículo no curso superior de astronomia ou cosmologia, por exemplo.

39) São cientistas realizando pesquisas pelo universo, da mesma forma que nós terráqueos fomos até a Lua e em breve chegaremos a Marte.

40) Há muitas teorias ou explicações. Sinteticamente após muita leitura (aliás, nunca é demais) para pelo menos nos dar suporte e estrutura de conhecimento, e daí, talvez, por intuição, o que quer dizer mais inspiração que expiração, a resposta mais adequada seja a de que, eles na verdade não nos visitam, mas, estejam por aqui, conosco, coabitando o mesmo Planeta! Fomos seres físicos do mesmo Planeta que está dividido em seres da superfície, seres do mar, do subterrâneo e da periferia do espaço exterior. E que isto esteja ocorrendo há muito mais tempo do que possamos imaginar.

41) Na minha opinião, usar de cara a palavra EXTRA-TERRESTRE ligada a ufologia dá a conotação que essa é a única resposta do fenômeno, que a origem dele é de viajantes espaciais e acabou o assunto. Mas esta é uma questão aberta, sem conclusão. A HET (hipótese extraterrestre) é, apenas, uma hipótese ainda não confirmada e eu não acredito que estejamos sendo visitados por seres alienígenas, não da maneira que é pregada pelos ufologistas.

42) Dependendo da evolução de cada origem, os motivos podem ser vários; de qualquer forma, tais motivos são multi-milenários.

43) Não faço a mínima idéia. Curiosidade? Pesquisa? Não sei…

44) Por três razões básicas: pesquisas (assim como nós terráqueos fazemos desde a década de 60 no espaço), experimentos genéticos (miscigenações) e finalmente, abrir o horizonte humano para além das fronteiras limitadas pelos dogmas enraizados há milênios.

45) Para mim, a visita extraterrestre não é uma hipótese e sim uma certeza; não há como negar a presença extraterrestre no passado humano e no presente. Quanto a prova definitiva; bem; existem muitas por aí; mas o pessoal está procurando no lugar errado. Todos estão esperando que apareça um alien na tv e dê uma entrevista na CNN e isso definitivamente não vai acontecer. Não sou criacionista no sentido lato da palavra; mas a evolução humana (teoria de Darwin) deixa muito a desejar. Bem; às vezes as perguntas mais óbvias e simples são as mais difíceis de explicar: Bem; já que o Homem evoluiu do Símio; onde está está raça simiesca da qual o citado Darwin descreveu? Por quê a tecnolgia avançou tanto nos últimos 50 anos do que em toda história da Humanidade? Por quê vemos um filme de ficção ou lemos um livro do mesmo gênero e 5 ou 10 anos depois a coisa realmente deixa de ser ficção e passa para o reino do real; como a clonagem ou o a tecnologia holográfica? Pensem em um macaco descobrindo o raio laser…Um salto e tanto não? Evoluímos mesmo do macaco? ou talvez o macaco foi geneticamente alterado por uma forma de vida mais avançada e por isso nos visitam; para ver como anda a experiência deles? Nos não faríamos o mesmo com nossas experiências? Bem; talvez a prova definitiva da existência extraterrestre seja o próprio Homem…

46) Já li muitas teorias a respeito do assunto e sinceramente acho, na minha opinião, que eles nos visitam porque “PODEM”. Pergunte a você mesmo, porque você viaja daqui para o Japão? Porque você “PODE”, vai de avião. Se, aqui na Terra nós tivéssemos a tecnologia necessária para atravessar a nossa galáxia num piscar de olhos, o que você acha que estaríamos fazendo agora? Então tudo se resume no “PODER FAZER”, eles nos visitam porque eles podem nos visitar.

47) Apesar das evidências que poderiam passar pelo crivo de nossa ciência serem muito fracas, o fenômeno é observado em todo o mundo com registros históricos desde quando o homem passou a pintar o seu relacionamento com o ambiente em cavernas.

48) Para nos conhecer, ainda que muitos deles já estão estabelecidos aqui há muito tempo, já estando integrados ao nosso meio ambiente realizando pesquisas, extraindo materiais que lhes interessam (sic), etc.

49) Acredito que seja por vários motivos. Por exemplo: Por curiosidade (da mesma forma que nós temos curiosidade de conhecer outro planeta), por pesquisa, monitoramento, etc…

50) Verificam o comportamento humano,colhem materiais diversos da fauna, geologia, inclusive material humano, para provável estudo de genética. (Vide abduções por ex.) Há muitos outros motivos, mas ainda não descobrimos quais.

51) Pelas teorias que se vêem no mundo ufológico eles podem tanto estar tentando fazer com que nós terráqueos evoluamos para um futuro contato em massa daí as mensagens e aparições de ets, como também poderíamos ser só matéria de estudo para eles daí as abduções e implantes, ou ambos os casos onde há um estudo dos humanos da Terra e uma tentativa de fazer com que nós cheguemos a uma compreensão de que não estamos sozinhos para que eles possam oficialmente aparecer em publico.

52) Não somos propriamente “visitados”. Essa perspectiva ignora fatos remotos e tem a medida de nosso insipiente entendimento a propósito de nossa origem e de nossa natureza, razão pela qual precisa ser recolocada, no meu entender. Somos, em realidade, acompanhados, tutelados e, de uma certa forma, monitorados e orientados também, pois está em curso um “plano”, um “programa”, sem prejuízo de que o Planeta em si possa ser objeto de estudos e investigações por parte de sociedades outras não diretamente comprometidas com o referido processo. O aspecto complexo desse fato é que uma significativa parcela da humanidade integra também “o lado de lá” do processo, sendo sujeito e objeto dessa tutela, uma vez que no estado de vigília não costumamos ter consciência de nossas reais identidades e do grau de envolvimento e compromisso com o evoluir dos acontecimentos na Terra.

53) Se tivéssemos essa tecnologia toda com certeza também visitaríamos outros mundos: curiosidade.

54) Não acredito que nos visitem, conceituo que eles fazem parte de nosso meio ambiente, ou melhor que eles estejam habitando nosso planeta e nossa Lua a muito mais tempo que possamos imaginar.

55) Observam nosso comportamento, desenvolvimento, e até a decadência do planeta em questão de recursos naturais. Também acredito em análises laboratoriais para algum fim científico.

56) Para tentar entender nossa civilização.

57) A pergunta não seria somente por que nos visitam. Seriam quantos nos visitam e quantos têm algum interesse pela humanidade. Com certeza, pelo menos uma raça tem interesse. Os que não têm interesse nos visitam fortuitamente, recolhem informações e seguem viagem. Os que tem interesse, com certeza tem planos para o futuro da humanidade.

58) Acho que eles fizeram e fazem muitos trabalhos aqui na Terra e sempre voltam para saber como foram os resultados. Estudar nossas reações com as diversas coisas que eles, direta ou indiretamente nos ajudaram a criar e construir.

59) Acho que muitos de nossos visitantes têm como principal objetivo acompanhar nossa evolução. Também penso que nossa raça pode ter sua origem extraterrestre, e quem sabe alguns de nossos visitantes não sejam os responsáveis pela vida na Terra. Mas não podemos esquecer da complexidade do fenômeno UFO, principalmente no que se refere ao comportamento dos visitantes…Amistosos, Indiferentes e Agressivos.

60) É um fato objetivo o conceito de “teia da vida”, ou seja, a total interdependência de tudo. Embora a maioria de nós tenha uma compreensão limitada desta idéia, ou tenha uma compreensão meramente e rançosamente intelectual, acredito que assim como alguns outros de nós, devam existir outras manifestações/formas de vida e de modelos mentais muito cientes desta interdependência. Estar ciente da teia da vida não significa ser algo classificado ilusoriamente e moralmente como “bom”, mas tão somente ter, ao mesmo tempo em que uma enorme amplitude de visão, uma visão fenomenológica, processual, do sistema Cosmos.
Enfim, faz sentido pra mim a idéia de que existam outras formas de vida agindo segundo uma base de propósito muito sólida advinda de uma invejável visão sistêmica. Limito-me a dizer que o propósito das visitações – seja ele qual for – está pautado numa profunda visão sistêmica e fenomenológica do Cosmos.

61) Eu acredito que essa resposta é muito incerta, pois para ter certeza do “porque” alguém faz alguma coisa, seria necessário conhecer o que motiva esse alguém, e qual a moral que ele possui. Mas estudando a casuística ufológica e levando-se em conta os relatos dos que afirmam que foram abduzidos, eu acreditaria que se esses seres realmente existem (e eu acredito que sim), estão aqui com o simples propósito de conhecer melhor a existência. Da mesma forma que nós buscamos respostas para questões de nossa existência e estudamos tanto os seres do nosso planeta, como
apontamos nossa pesquisa para o espaço, acredito que uma civilização que tenha capacidade tecnológica de vir até aqui, continuaria suas pesquisas em busca de resposta, da mesma forma que nós fazemos. Mas mesmo assim, não arriscaria uma resposta definitiva, pois nada garante que se realmente estamos sendo visitados por alguma civilização alienígena, ela seja a única, podem existir “N” civilizações com “N” propósitos diferentes, isso só saberemos ao certo, se um dia um contato oficial realmente acontecer…

62) Acredito que estamos sendo visitados por diversas civilizações, de diferentes origens e, portanto, de diferentes níveis evolutivos tecnológica e espiritualmente. Sendo assim, os objetivos que motivam essas visitas (os porquês) também são variados. As civilizações extraterrestres que participaram da nossa criação, nos visitam com o objetivo de monitoramento, pois como participantes da obra da criação, são co-responsáveis pelos resultados dessa obra. Porém, estes, respeitam o nosso livre-arbítrio e mantém um aparente distanciamento, interferindo o mínimo possível.
Outras civilizações demonstram interesses e motivos variados, como:
– Interesses Genéticos que podem ser divididos em – interesses puramente científicos, por necessidades específicas da raça visitante ou por interferência colonizatória.
– Mapeamento Exploratório Científico
– A soma de dois, ou mais, dos motivos descritos acima.

63) Creio que estão aqui para aprender também, nos observar e procurar uma forma de interagir conosco.

64) Devido a grande diversidade de raças, os fins das visitas são dos mais variados, como pesquisas sobre a raça humana e a Terra. Às vezes acho que eles vêm aqui por acidente.

65) Por que um tipo deles, os que mais nos visitam, tem fortes ligações com nosso passado, nossa evolução, nossa civilização.

66) Tem certeza que são extraterrestres? Eu não…

67) Eu acredito que estejam interessados em algo que possuímos e que talvez eles não tenham ou se tiverem, é muito rudimentar ou até mesmo por curiosidade.

68) Para conhecerem a cultura e fazer testes com a população.

69) Várias hipóteses já foram formuladas, mas eu tenho uma opinião a esse respeito: os ETs existem SIM, eles nos visitam há MUITO, MUITO tempo e eles não são nem um pouco amistosos – pelo menos na maioria dos casos. Somos seus objetos de estudo, como fazemos com os leões na África ou os jacarés no Brasil.

70) Para efeito de pesquisa; coleta de informações; “influenciar” positivamente o nosso Governo Oculto (até mesmo o “não-oculto”) e, enfim, até mesmo para fins negativos (leia-se “entrantes”, “greys”, “chupa-cabras”, etc). Os motivos são variados, de acordo com o planeta-origem dos seres, isto é, os objetivos são distintos.

71) Porque estão tão perdidos quanto nós. Estão à procura de respostas das quais a raça humana vem formulando há alguns milênios, apesar de serem uma raça muito mais antiga e evoluída que a nossa. Procuram o significado da essência primordial, pois todos pertencemos à mesma Essência.

72) Para estudo e controle da espécie humana.

73) Primeiramente, NEM TODOS são extraterrestres! Mas, uma determinada raça é para pesquisas com os seres humanos, para resolver um problema “deles”. Outros são indiferentes e curiosos. Outra raça de seres mais evoluídos estão nos observando e orientando.

74) Eles nos visitam por diversos motivos, de acordo sua origem e o seu estágio evolucionário. Temos sido visitados constantemente por civilizações extraterrestres provenientes de planetas da terceira biodimensão, com interesses particulares como, por exemplo, os chamados Alfa-cinzentos, que abduziram diversas pessoas e animais com objetivos de pesquisa e de realização de experiências genéticas; os Reticulianos, vindos dos sistemas Zeta-Reticuli, que respeitam profundamente os seres vivos terrestres. Pelas informações que temos, provenientes de diversas fontes, milhares de tipos diferentes de ETs têm vindo à Terra, porém fomos informados que atualmente, qualquer interferência de outras civilizações cósmicas no planeta Terra estão terminantemente proibidas pela Confederação Intergaláctica devido às exigências desta fase de transição em que nosso sistema se encontra.

75) Uns querem ajudar, outros explorar a raça humana e os recursos naturais do planeta.

76) Para estudo.

77) Existem muitas raças de extraterrestres, umas vem para estudar as varias formas de vidas aqui existente, outros vem nos observar, pois muitos dos humanos que aqui estão também são extraterrestres encarnados para ter experiência neste mundo. Também tentam nos ajudar na nossa escalada evolutiva.

78) Como desde muito tempo atas há registros de avistamentos, e talvez até muito mais que ainda não sabemos, acho que os extraterrestres e nós estamos de certa forma conectados um ao outro de alguma maneira desconhecida. Porém, também não descarto que algumas civilizações nos vistam motivadas meramente por curiosidade em saber um pouco de nosso planeta atrasado em relação ao deles, algo como irmos ao zoológico e vermos os animais.

79) Eu visitaria outro planeta, para conhecer seu modo de vida. Seria fascinante poder sair daqui e saber como vive um povo, uma outra espécie, conhecer suas casas, suas ruas, seus meios de locomoção, como se alimentam e, eventualmente, se fosse “convidado” poderia trabalhar em pesquisa. Será que este sentimento não é genérico no universo?

80) Para fazer o seu papel de koan cósmico, quebrando todos os padrões e mostrando que há muita coisa maior e mais importante que o ego e a presunção humana.

81) Dependendo do patamar evolutivo da civilização que nos visita, estão povoando planetas, realizando a miscigenação de raças, realizando intercâmbio cientifico, usando o Planeta Terra como laboratório de estudos e pesquisa, transferindo tecnologias para tratamento e cura dos seres humanos, utilizando energias que nós ainda desconhecemos. Quando tomamos conhecimento da imensidão do Universo, com cerca de 100 bilhões de galáxias, de acordo com a última foto do telescópio Hublle e o último Atlas elaborado pelos astrônomos e astrofísicos (tenho este Atlas), torna- se impossível raciocinar que somos os ÚNICOS NO UNIVERSO. Portanto o Universo está povoado de civilizações, menos evoluídas, no mesmo patamar evolutivo da civilização humana e em patamares muito mais evoluídos.
Nós desconhecemos ainda a verdadeira realidade existente no COSMOS.

82) Pela mesma razão que nós buscamos novas civilizações e para acompanhar o resultado de suas experiências genéticas.

83) Para avaliar nossa civilização a ponto de saber se já podem fazer novamente os contatos.

84) Várias hipóteses: 1) Viajantes do tempo observando fatos de nossa história.
2) Seres fazendo pesquisas.

85) Para acompanhar o andamento de sua experiência milenar de criação de uma espécie e de um mundo. Ensinar-nos o caminho correto da evolução sem dar-nos o peixe, mas ensinando-nos a pescar.

86) Eu aposto na diversidade. São vários os motivos, mas todos ligados à sobrevivência e manutenção dos seres vivos e do universo. Acho que não temos consciência da profundidade dos motivos pelos quais levam tanta gente de fora a visitar-nos.

87) Em primeiro lugar devemos considerar se eles são, realmente extraterrestres, já que em muitas aparições eles surgem e/ou desaparecem como se mergulhassem em um meio físico diverso daquele em que estamos; sendo extraterrestres ou não, penso que seu propósito seja de pesquisa, de investigação sobre outras civilizações.

88) Simples acompanhamento de uma semente plantada há muito tempo.

89) Bem ao estilo hebraico responderíamos com outra pergunta: Por que um país denominado Iraque foi “visitado” pelos deuses terrestres da força?

90) Acho que as motivações destas visitas ainda estão além de nossa capacidade de entendimento.

91) Desde os tempos pré-históricos foram muitas as procedências de ETs que aqui vieram:
1. houve os que vieram para semear vida.
2. outros para explorar e extrair produtos (minerais, vegetais, animais).
3. outros ainda para estudar, outros para coletar materiais que lhes fossem úteis em sua genética.
4. outros para dominação.
5. outros por imposição vibratória devido aos exílios sofridos em sistemas estelares distantes (por exemplo: Capela, Tau Ceti, etc).
6. outros para introduzir a promessa de que um dia, se houvesse merecimento, poderia ocorrer a reintegração dos humanos terrestres ao convívio cósmico com os irmãos dos orbes de onde eles haviam sido exilados.
Atualmente, estamos vivendo os últimos instantes da preparação para a ocorrência desse reencontro…
No século XIX, o Planejamento Maior para chamar a atenção do homem, sinalizou a existência da realidade espiritual, ao provocar movimento de cadeira, mesas, lustres etc, na velha Europa. Foi a Revelação Espiritualista. A codificação naquela época foi dirigida por Allan Kardec. No século XX, essa mesma equipe começou a movimentar nos céus, nas montanhas, por trás das nuvens, objetos voadores, luzes, sondas, começou a fazer aparecer desenhos em plantações na Inglaterra, etc, etc. É a Revelação Cósmica. Hoje a codificação cósmica também já está em andamento… Seguramente, o trabalho dos ufólogos em todo o mundo, em particular no Brasil, é muito importante como fonte de informações para os codificadores. Só não vê quem não quer!

92) Para saber como os humanos cuidam do planeta Terra e para experiências científicas.

93) Essa é uma pergunta um tanto quanto complicada, apesar da aparente inocência.
Faço parte de um grupo com uma postura científica, logo, a prova de que ”eles” nos visitam, ainda está faltando. Algo de fato acontece, fenômenos estranhos e inexplicáveis, o que não significa que seja extraterrestre. Eu, como
pesquisador, me vejo na obrigação de analisar e não estar fechado a nenhuma possibilidade. Logo, não posso afirmar categoricamente que extraterrestres nos visitam. Minha crença pessoal é a de que de fato eles existem, mas em pesquisa, opiniões próprias fogem das pesquisas.
Talvez, o que esteja acontecendo seja uma ”crença coletiva” entre os ”ufólogos”. O que quero dizer com isso? Bem, as pessoas tendem a explicar fenômenos que desconhecem com as informações que tem. Ex.: Se uma pessoa
provinciana testemunha algum fenômeno como o ”Fogo de Santelmo”, logo achará que os deuses estão raivosos, quando a ciência sabe que isso se dá pelo atrito, é apenas eletricidade estática. Alguém já parou pra pensar que TALVEZ, os ufólogos estejam limitados à idéia de pratos que voam e homenzinhos verdes??
Eles que sempre pregam que, talvez, seres de outros planetas nos visitam, muitas vezes caem no ”erro” de excluir possibilidades…Como alguém que acredita em discos voadores, algo extraordinário, pode dizer que outra
possibilidade é absurda???
Sendo assim, creio que não possamos afirmar nada categoricamente enquanto seres de outros planetas não descerem aqui e falarem: ”Olá, eu sou de outro planeta.” Ainda assim, deveremos questionar. Enquanto não houver uma prova definitiva, tudo será achismo, opinião pessoal, crença e até mesmo…dogmas.
Entrando na área do achismo, se seres de outros planetas nos visitam, talvez eles estejam pesquisando, analisando-nos, assim como fazemos quando chegamos à Lua e faremos quando chegarmos em Marte. Talvez, ainda, eles queiram
realmente nos ajudar, nos proteger de outros seres ruins. Estando no campo da incerteza, como é a ufologia, tudo é possível.

94) Primeiro, acredito que mais de uma raça alienígena nos visita. Isto porque, pelo pouco que já li até hoje, registros apontam para descrições de tipos de “ETs” diferentes, em tipos de veículo diferentes, com comportamentos perante o humano que o avista, ou o que é abduzido, diferentes. Assim, é bem possível que cada uma destas raças tenha intenções diferentes ao nos visitar, que podem ir desde a satisfação egoísta de suas próprias necessidades (que poderiam ser várias – recursos biológicos, minerais, etc.) até uma possível missão de ajuda à humanidade. Isto certamente nos levaria, inclusive, a uma reflexão sobre os possíveis níveis de evolução de cada uma destas raças, tecnológica, ética, bioenergética, até mesmo espiritualmente.

95) Acredito que se há visitas regulares, e de várias categorias (supostas abduções, coletas de material genético, coleta de material vegetal, mineral e outros) as “visitas” podem ser classificadas como “missões de pesquisa”. Algo bem parecido com as missões da NASA ao planeta Marte, logicamente em um estágio bem mais avançado.

96) Pelo mesmo motivo que enviamos missões a Marte, à Lua e sondas fora de nossa galáxia. Exploração do espaço e tentativas de estabelecer contato com outras formas de vida inteligentes, não necessariamente humanóides.

97) Acredito que as visitas ocorram por várias razões. Desde experiências científicas à exploração comercial. Creio também que às vezes eles nos visitam “sem saber”, pois estão em “trânsito dimensional”, portanto, são incapazes de nos ver, e nós, apenas somos capazes de ver luzes acendendo e apagando nos céus misteriosamente, ou simplesmente naves aparecendo e desaparecendo subitamente…quem sabe durante as estadias mais longas, eles não estariam aguardando uma “janela” de abertura no espaço-tempo?! Tudo difícil de dizer, pois faltam subsídios pra qualquer uma das alegações…

98) Na sua opinião, por que os extraterrestres nos visitam?
Admitindo-se a hipótese de que existem civilizações exógenas nos “visitando”, poderia inferir vários motivos para esta empreitada, dentre eles:
– Curiosidade científica/militar
– Expedições de colonização/descoberta
– Projetos avançados de busca de vida
– Acompanhamento psico-histórico-social de civilizações mais “primitivas”
– Identificação do grau de periculosidade da civilização que habita o Planeta Terra

99) Pois é. Acredito que existam ets, ets e ets. Uns que nos visitam apenas com a intenção de nos conhecer, reconhecer (os com boa intenção) e até nos fornecer alguns “ensinamentos” sobre o que somos, de onde viemos e para onde vamos.
Mas também existem aqueles que para nós não tem um comportamento e nem atitudes “boas”, isto é, não tem os nossos princípios de moral, sendo assim suas atitudes na maioria das vezes tidas por nos como negativas.
E aqueles que tem já uma postura que nos fere moralmente, fisicamente e inclusive na nossa essência!

100) O fenômeno UFO é muito complexo para essa resposta. Envolve diferentes manifestações observadas por pessoas em diferentes estados de consciência. O fenômeno, ao que parece, faz parte de um Plano Maior que se propõe, entre outras coisas, estimular a nossa consciência levando-nos a expandi-la para além dos limites da nossa realidade.

101) Nos visitam para monitorarem nosso desenvolvimento tecnológico e possivelmente espiritual.

102) Creio que seja para verificar nosso grau de evolução e pesquisas biológicas.

103) Nos visitam pelo mesmo motivo que nós visitamos a Antartida, por exemplo, ou qualquer lugar menos explorado deste planeta. Resumindo: Quem adquiriu meios ou tecnologia para deslocar-se à algum ponto qualquer deste ou de outros mundos, sempre terá esse impulso (natural) de exploração.

Os comentários estão encerrados.