Listas de Debates - Participe

    starbrothers

    forum_ufulogia

    ufobras

    forum_exobiologia

    forum_intaterrestres

     

     

MONDINI

MONDINI

Foto Cortesia Mario Rangel

Os irmãos ufólogos Eduardo e Osvaldo Mondini, do extinto Grupo CEPEX (Sumaré- SP). O CEPEX (Centro de Estudos e Pesquisas Exológicas de Sumaré), um dos responsáveis por esta publicação eletrônica, é uma entidade civil sem fins comerciais ou interesses políticos, cujo objetivo é pesquisar, divulgar, informar e -tanto quanto possível- esclarecer tudo aquilo que se relaciona com o fenômeno popularmente conhecido como “disco voador” ou OVNI – Objeto Voador Não Identificado. Sua ação é pautada no método científico; a razão e o senso crítico são diretrizes constantes de seu trabalho. Seu acervo conta com diversos livros, boletins e publicações como revistas e jornais, além de cerca de 300 fotos, posters, slides e documentos diversos sobre variados campos do conhecimento, tais como astronomia, astronáutica e aeronáutica. Além da pesquisa de campo e do trabalho de arquivamento de documentação sobre o tema, o CEPEX desenvolve também um trabalho educacional, promovendo e participando de palestras, conferências e seminários por todo o país. Eduardo Mondini (Coordenador/Presidente e fundador) Osvaldo Mondini (Coordenador e fundador) Antonio Faroni (1º Secretário) Vilmar Antônio Francisco (2º Secretário) Ionice Bento Mondini (Tesoureira) A fantasia das telas também estimula a aparição de novos ufólogos. Foi assim com Eduardo e Osvaldo Mondini, gêmeos idênticos, 31 anos. O filme A guerra dos mundos, de 1953, reproduzido em seriado na tevê e mais tarde em vídeo, aguçou a curiosidade dos irmãos que há 17 anos se dedicam ao tema. Eles são os coordenadores do Centro de Estudos e Pesquisas Exológicas, o Cepex, de Sumaré, cidade do interior paulista. A bordo de uma Rural 74, reforçada com tração nas quatro rodas, e armados de bússola mais um walk-talk para comunicação, eles enveredam pelo menos uma vez por semana em vigílias noturnas em busca de contatos com seres de outros planetas. O principal trabalho da dupla, entretanto, é investigar a autenticidade de casos de abdução. A história do agente funerário Edson Roberto Marcelo, 29 anos, ocupa espaço nobre no arquivo do Cepex.